fbpx

Seja pela beleza natural, pelas paisagens tradicionais ou pela rica história que têm, cada uma destas cinco aldeias, situadas em Cabeceiras de Basto (na região de Basto, sede da Remax Move :: Região de BASTO), tem motivos suficientes para o convencer a fazer uma visita a esta região.

Saiba então quais são as 5 aldeias a visitar quando se deslocar a Cabeceiras de Basto, concelho este localizado no distrito de Braga, na fronteira entre o Minho e Trás-os-Montes:

1. Carrazedo, Bucos
Trata-se de uma aldeia que ainda conserva um bom núcleo de casas com o traço original, mas o que a torna muito especial é o seu enorme espigueiro, talvez o maior de Portugal! Em 1938 esteve perto de ganhar o Galo de Prata no concurso da “Aldeia mais portuguesa de Portugal“, e tem uma história curiosa: reza a lenda que a Ponte de Cavez, situada nesta aldeia, foi feita numa noite pelo diabo, com o seu rabo, pois as suas águas, só no 24 de agosto, dia de S. Bartolomeu, sabem a enxofre e curam as doenças derivadas do frio.

Carrazedo

2. Busteliberne, Cabeceiras de Basto
Segundo o historiador Leite de Vasconcelos, este curioso topónimo terá derivado de Busto do Liberne (o liberne é uma espécie de gato selvagem). Devido ao seu valor arquitetónico, esta aldeia está protegida por um Plano de Pormenor e faz parte do roteiro das Aldeias do Norte de Portugal. Inserida em plena serra da Cabreira, esta é uma verdadeira e típica aldeia serrana, que encanta tudo e todos com as suas paisagens!

Busteliberne

3. Torrinheiras, Abadim
A aldeia mais alta de Cabeceiras de Basto! A aldeia das Torrinheiras já se encontra a mais de 1000 metros de altitude e está na fronteira do concelho com Montalegre. É um aglomerado muito pequeno, mas com um enquadramento fantástico. Dê um passeio pela rua central, admire o cruzeiro de cronologias proto-históricas e medievas e suba até ao cimo do Alto das Torrinheiras, nos seus incríveis 1.191 metros.

Torrinheiras

4. Moscoso, Cabeceiras de Basto
A aldeia de Moscoso está voltada para um dos locais mais belos do concelho: o vale da Ribeira de Cavez! É neste vale que se encontra um morro granítico em forma de bico, que é conhecido por Nariz do Mundo, e foi este mesmo nome adotado pela adega regional da aldeia, que se tornou num caso de sucesso regional, trazendo todos os fins de semana autocarros cheios de gente. Posta à barrosã, chanfana e cozido à portuguesa são alguns dos pratos que estão ao nosso dispor. Junto da aldeia existem umas cascatas que combinam harmoniosamente com o verde dos lameiros.

Moscoso

5. Samão, Gondiães
A aldeia do Samão fica na parte mais a nascente do concelho, já não muito longe do de Ribeira de Pena. Para além do interessante conjunto de casas antigas, espigueiros e moinhos, é pela famosa Festa das Papas, que atrai visitantes. Em todos os anos ímpares, no dia 20 de janeiro comem-se as papas, o toucinho e a broa, em promessa a S. Sebastião por ter livrado estes povoados de montanha de uma peste que tinha assolado pessoas e animais.

Samão

*Informações retiradas do https://www.espiritoviajante.com/6-aldeias-para-ver-em-cabeceiras-de-basto/

E então, já ficou convencido? Com tantas paisagens de cortar a respiração, e com tantos locais para visitar, basta agora decidir o dia e… vir então visitar-nos a esta maravilhosa região de Cabeceiras de Basto!